Sinopse

PRÊMIO OLHAR DE MELHOR LONGA-METRAGEM

Em 2013, após décadas de trabalho em múltiplas linguagens, Gaitán estreava sua épica primeira ficção, Exilados do Vulcão. Ainda mais audacioso, seu mais recente filme navega por memórias caudalosas das Américas. Inspirado em uma expedição europeia do séc. XIX e mobilizado pela busca de Igor (interpretado por Begê Muniz) por sua ancestralidade Kuikuro no momento presente, o river movie revisita e reinventa, entre Nova Iorque e o Pantanal, imagens, parcerias e procedimentos que atravessam a obra da artista. Nesta impressionante viagem, a passagem do tempo se dilui no fascínio persistente das mais instigantes paisagens sonoras e visuais. (C. M)

Trailer

Direção

Paula Gaitán

Paula Gaitán (Paris, 1952) é uma cineasta colombiano-brasileira, nascida na França e atualmente residindo em São Paulo, Brasil. Dirigiu seu primeiro longa-metragem, Uaka, em 1987. Desde então, dirigiu dezenas de longas-metragens, vídeos, séries de televisão e instalações, incluindo Diário de Sintra (2008), Exilados do Vulcão (2013), Sutis Interferências (2016), É Rocha e Rio, Negro Léo (2020) e Luz nos Trópicos (2020).

Créditos

Produção

Vitor Graize, Eryk Rocha

Roteiro

Paula Gaitán

Elenco

Carloto Cotta, Clara Choveaux, Kanu Kuikuro, Begê Muniz, Maíra Senise, Arrigo Barnabé, Daniel Passi, Erik Martincues, Nilton Amazonas, John Scott-Richardson, Carolina Virguez

Direção de Fotografia

Pedro Urano

Montagem

Paula Gaitán

Som

Marcos Lopes, Paula Gaitán, Tiago Bello

Direção de Arte

Diogo Hayashi

Festivais

Berlinale
Olhar de Cinema – Prêmio Olhar de Melhor Filme