Sinopse

PRÊMIO DA CRÍTICA / ABRACCINE

Para muitos, o isolamento social não é uma invenção da pandemia. Realizado antes de qualquer quarentena sanitária, Los Lobos se baseia nas lembranças da infância do seu diretor: um mexicano que, repentinamente aos cinco anos de idade, se vê habitando, com sua mãe e irmão mais novo, uma terra estranha (ironicamente chamada de Novo México) em outro país. Lá, enquanto a mãe sai para trabalhar, as crianças vivem confinadas ao interior de um pequeno e desconfortável apartamento. Assim como suas imaginações e engenhosidade, o cinema se torna uma expansão de experiências e máquina de gerar empatia. (E. V)

Trailer

Direção

Samuel Kishi

Samuel Kishi Leopo estudou o Bacharelado em Artes Audiovisuais na Universidade de Guadalajara. Sua obra já viajou para mais de 100 festivais ao redor do mundo, incluindo eles, Clermont Ferand e a Berlinale. Entre seus prêmios estão o Ojo de Plata do Festival Internacional de Cinema de Morelia e o Ariel da Academia Mexicana de Artes e Ciências Cinematográficas na categoria melhor curta-metragem para Mari Pepa.

Créditos

Produção

Samuel Kishi

Roteiro

Samuel Kishi Leopo, Sofía Gómez Córdoba, Luis Briones

Elenco

Martha Reyes Arias, Maximiliano Nájar Márquez, Leonardo Nájar Márquez

Direção de Fotografia

Octavio Arauz

Montagem

Yordi Capó, Carlos Espinoza Benítez, Samuel Kishi Leopo

Som

Mario Martínez Cobos

Compositor

Kenji Kishi Leopo

Direção de Arte

Hania Robledo

Festivais

Busan IFF
Havana IFF
Olhar de Cinema – Prêmio da Crítica / ABRACCINE