Sinopse

Mais de 50 anos depois de realizar alguns dos essenciais documentários acerca do cotidiano do sertão nordestino e da vida dos migrantes oriundos de lá, Geraldo Sarno retorna a esse espaço com a liberdade e clareza que apenas a maturidade permite atingir. Não é exagero dizer que Sertânia conversa de igual para igual com Guimarães Rosa ou Marcel Proust em seus voos (e rastejos) pela memória e pela fabulação. A história de seu protagonista costura com precisão Canudos, como nosso “pecado original”, com a vida migrante no Sudeste e o cangaço. Não é pouco. (E. V)

Trailer

Vídeos

Direção

Geraldo Sarno

Geraldo Sarno é roteirista, montador e diretor de cinema brasileiro. O cineasta ficou conhecido por abordar temas como o movimento migratório brasileiro (em especial o nordestino), as religiões e cultura populares. Em 2008, recebeu o prêmio de melhor direção no Festival de Brasília, pelo filme Tudo Isto me Parece um Sonho, sobre a história do general pernambucano Ignácio Abreu e Lima. Dirigiu mais de 15 filmes entra documentários e ficções.

Créditos

Produção

Bárbara Cariry

Roteiro

Geraldo Sarno

Elenco

Vertin Moura, Julio Adrião, Kecia Prado

Direção de Fotografia

Miguel Vassy

Montagem

Renato Vallone, Geraldo Sarno

Som

Toninho Muricy

Compositor

Lindenbergue Cardoso

Direção de Arte

Ana Dominoni