Sinopse

O riacho Pajeú, em Fortaleza, vítima do processo de urbanização da cidade, corre silencioso debaixo dos arranha-céus. Para a professora Maristela (interpretada por Fatima Muniz), recém-chegada na cidade, a invisibilidade do riacho toca o íntimo do seu ser: transformado em monstro ultra-poluído, ele lhe aparece em sonho com ares de filme de terror. A tentativa de contornar o esquecimento (seu e da cidade) torna-se, então, o esforço em recuperar os fragmentos dessa história, em criar memórias coletivamente. Sob um regime ficcional perfurado pelo encontro com espaços reais e ilustres desconhecidos, o filme refaz o curso do rio de modo a restaurar os pedaços de sua gente. (C. I)

Trailer

Vídeos

Direção

Pedro Diógenes

Pedro Diógenes nasceu em 1984, se formou na primeira turma da Escola de Audiovisual de Fortaleza em 2008 e integrou o coletivo Alumbramento entre 2010 e 2016. Pedro dirigiu e roteirizou 6 longas-metragens, realizou 10 curtas e trabalhou como técnico de som em mais 60 filmes. Seus longas foram exibidos e premiados em importantes festivais como Rotterdam, Locarno, Festival do Rio, Janela, Festival de Brasília, FidMarseille, Bafici, Tiradentes, entr outros. Hoje faz parte da Marrevolto Filmes.

Créditos

Produção

Caroline Louise, Amanda Pontes

Roteiro

Pedro Diógenes

Elenco

Fatima Muniz, Yuri Yamamoto

Direção de Fotografia

Victor de Melo

Montagem

Guto Parente, Victor Costa Lopes

Som

Lucas Coelho

Compositor

Vitor C.

Direção de Arte

Themis Memoria, Filipe Arara, Natalia Parente

Festivais

FIDMarseille