Sinopse

Neste filme experimental de Ziel Karapotó o diretor performa, de forma ritualística, o entendimento da língua como um recurso de exploração e violência, bem utilizada durante o período colonial. Com isto, esboça algumas possibilidades de resposta para a pergunta: que traumas carregam culturas e corpos colonizados?

Este filme pertence ao PGM 08 | Olhares Brasil e ao comprar você também tem acesso aos curtas: A Morte Branca do Feiticeiro Negro, Enraizadas, Inabitáveis, Mãtãnãg, a Encantada, Minha História é Outra, Os Últimos Românticos do Mundo

Trailer

Vídeos

Direção

Ziel Karapotó

Ziel Karapotó é originário da comunidade Terra Nova em Alagoas. Ele trabalha no campo das artes visuais, performance e instalação e acredita na arte indígena como resistência anticolonial. Atua como arte-educador. O Verbo Se Fez Carne é seu filme de estréia.

Créditos

Produção

Karkará Tunga

Roteiro

Karkará Tunga

Elenco

Ziel Karapotó

Direção de Fotografia

Tata Quintero

Montagem

Karkará Tunga

Som

Karkará Tunga

Direção de Arte

Ziel Karapotó

Festivais

Primeiro Plano
Mostra de Tiradentes
Resultados da pesquisa
Resultados da Web

31º Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo

Você também pode curtir