Sinopse

O documentário começa com a descoberta em 2012 de registros silenciosos de integrantes da GRIN (Guarda Rural Indígena) desfilando fardados em 1970. O filme continua a investigar esse grupo miliciano indígena, fundado e treinado pela ditadura militar no Brasil e nunca formalmente dissolvido até o presente. A partir de uma análise do material de arquivo e encontros atuais com ex-membros da GRIN e suas famílias se desdobra uma reflexão bifurcada sobre o legado da ditadura e o lugar dos indígenas na sociedade brasileira, no qual passado e presente pesam em igual medida. (A. C)

Vídeos

Direção

Miguel Antunes Ramos

Miguel Antunes Ramos é realizador audiovisual. Formado em audiovisual na ECA/USP, trabalha com direção, roteiro e montagem. Dirigiu os curta-metragens Um, Dois, Três, Vulcão (2012), Salomão (2013), E (2014), A Era de Ouro (2014), O Castelo (2015), e Comissão de Vendas (2016). Dirigiu também os longa-metragens Banco Imobiliário (2016) e Filhos de Macunaíma (2018).

Créditos

Produção

Angelo Ravazi

Roteiro

Ernesto de Carvalho, Miguel Antunes Ramos, Tainá Muhringer

Direção de Fotografia

Ernesto de Carvalho

Montagem

Luisa Lanna, Miguel Antunes Ramos

Som

Bruno Vasconcelos